ABRACAM | Associação Brasileira de Câmbio

Conheça quem faz a ABRACAM – Marivaldo Costa Chaves, H.H Picchioni S/A CCVM

 

Esta publicação apresenta profissionais de entidades associadas à ABRACAM e colaboradores da associação, para que a comunidade se conheça melhor e troque experiências. O convidado deste mês é Marivaldo Costa Chaves, Diretor Administrativo Financeiro da H.H Picchioni S/A CCVM. Confira a entrevista abaixo.

Como foi sua chegada ao mercado de câmbio?

Foi através da Bovmesb, a Bolsa de Valores Minas-Espírito Santo-Brasília. Lá fui responsável pela auditoria das sociedades corretoras membros atuantes em câmbio e valores mobiliários.

Qual foi sua trajetória no mercado de câmbio?

Inicialmente fui responsável pela auditoria da Bovmesb, de 1975 a 1985. Em seguida, passei a fazer parte da equipe H.H. Picchioni, onde atualmente sou Diretor Administrativo Financeiro.

Quem foi seu grande mentor profissional?  

Heitor Picchioni, sócio fundador e presidente da H.H. Picchioni. Ele também foi um dos fundadores da ANCORD em São Paulo. Pioneiro do mercado de câmbio em Minas Gerais, possuía vasta experiência e visão estratégica dos mercados de câmbio e valores mobiliários. Aprendi muito com ele, por quem sou muito grato.

Tive outros mentores profissionais no decorrer da minha trajetória profissional, por quem também tenho muita gratidão.

Qual foi o momento mais desafiador da sua carreira?

Foram os momentos em que decidi não aceitar convites para atuar em outras áreas.

Como você descreveria o momento atual na sua organização?

A partir de 2016, a corretora passou a atuar exclusivamente em câmbio. Os investimentos em tecnologia e treinamento constante dos colaboradores foram — e continuam sendo — fundamentais para o momento atual da corretora, cujos resultados estão em fase de crescimento.

Qual é seu conselho para quem está entrando agora no mercado de câmbio?

Recomendo cumprir rigorosamente as normas dos órgãos reguladores. Para tanto, é preciso se manter sempre atualizado, diante das mudanças que visam atualizar e simplificar as normas. Além disso, aconselho também manter bons contatos no mercado.

O que você gosta de fazer nas horas de lazer?

Ficar o máximo de tempo com a família, caminhar ao ar livre, ler e assistir filmes.

Se tivesse outra profissão, qual seria?

Psicólogo, na expectativa de entender um pouco mais sobre a complexidade do ser humano.

Se pudesse morar em qualquer lugar do mundo, onde estaria?

Em uma das inúmeras opções do nosso Brasil.

Compartilhe este Conteúdo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
ABRACAM
Olá,
Como podemos ajudá-lo?